Candidatos verdes falam com professores e estudantes na UFSC

No dia 13 de agosto Miriam, candidata a Deputada Federal, esteve na Universidade Federal de Santa Catarina, juntamente com o candidato Seiji Fujita (Deputado Federal) e os candidatos a Deputado Estadual Jorge João, Hyral Moreira e Joani Felix. Seiji é bancário do Banco do Brasil de Criciúma. Jorge João é geógrafo, ambientalista e consultor socioambiental. Hyral é cacique Guarani da TI M’Biguaçu.

Miriam Prochnow é uma das ambientalistas mais atuantes de Santa Catarina, tendo participado da criação e coordenação da Apremavi em 1987, da Federação de Entidades Ecologistas Catarinenses (FEEC) em 1988, do Fórum Brasileiro de ONGs e Movimentos Sociais em 1991/92, preparatório para a Rio 92, da Rede de ONGs da Mata Atlântica, que reúne mais de 340 ONGs do Brasil, do Diálogo Florestal e inúmeras outras iniciativas e campanhas em prol do meio ambiente e do desenvolvimento sustentável.

Na UFSC, os candidatos verdes fizeram panfletagem, conversaram com estudantes e depois visitaram os Centros de História e Geografia acompanhados dos Professores Eunice Nodari e Rogério Portanova. Miriam e Jorge João conversaram com professores de geografia sobre a importância das ferramentas de geoprocessamento para o planejamento de paisagens.

Os verdes também estiveram no Museu de Antropologia onde foram recebidos pela Professora Maria Dorothea Darella. A Professora Dorothea disse que “fica muito feliz em ver que essas duas causas, a indígena e a ambiental estejam unidas nesta eleição, representadas por duas lideranças históricas e da mais alta competência e qualidade, por um lado Hyral Moreira, Cacique Indígena que sempre lutou pela melhoria das condições das populações indígenas e Miriam Prochnow, ambientalista com currículo inquestionável nas questões relacionadas à Mata Atlântica e ao desenvolvimento sustentável”. “Essas duas causas tem tudo a ver e é importante eleger pessoas comprometidas como Miriam e Hyral”, disse a Professora.

Miriam e Seiji também estiveram no Centro de Ciências Agrárias onde foram recebidos pelo professor Ribas e um grupo de estudantes do Lecera, onde discutiram questões relacionadas à implantação de hortas urbanas como estratégia de segurança alimentar nas cidades.

Miriam avalia que a visita à UFSC serviu para divulgar as propostas e diretrizes das candidaturas verdes junto ao público universitário. Discutir com os professores e alunos da UFSC é importante para poder expor as propostas e também para receber contribuições e sugestões no sentido de aprimorá-las.

Abaixo a manifestação para chamar a atenção para o aquecimento global.

Leave a Reply

  

  

  

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Spam Protection by WP-SpamFree